Ir para o conteúdo
Logo Ceptro.br Logo NIC.br Logo CGI.br

Boletos Falsos


Descrição

O boleto bancário é um meio bastante popular para a realização de pagamentos no Brasil. Diversos serviços oferecem essa opção, seja para pagar as contas da casa, impostos, compras em lojas online ou mesmo em prestações via carnê. Porém, essa popularidade atrai criminosos que buscam maneiras de aplicar golpes utilizando o boleto.

Um golpe bastante comum é o do boleto falso. Nele, o golpista emite boletos fingindo ser de uma instituição conhecida como um banco, empresas de água, luz, telefone ou outro serviço que o usuário utiliza. Com imagens que se assemelham à  identidade visual da instituição, o golpista tenta enganar o usuário para que ele pague o boleto falso, no qual o criminoso é quem recebe o dinheiro, ao invés da instituição verdadeira.

O boleto falso pode ser enviado por carta, por e-mail com o arquivo em anexo, ou em um golpe mais complexo, em que o golpista pode criar um site falso, imitando uma loja de e-commerce, por exemplo, para que os usuários façam compras e paguem o boleto de um produto que nunca será entregue. Podem usar, também, links patrocinados em ferramentas de busca, a fim de direcionar o usuário para um site ou serviço de atendimento falso, ou até instalar um malware que altera as informações de pagamento de outros boletos no momento da impressão. 

Por serem muito parecidos com os originais, fique atento(a) a qualquer boleto que você receber. Preste atenção em alguns sinais para verificar se o boleto é legítimo ou não:
• Ao receber um boleto, verifique o número na parte superior e o compare com o número acima do código de barras, pois eles devem ser iguais.
• Os três primeiros dígitos identificam o código do banco. Se você souber qual o banco utilizado por aquela instituição que realiza a cobrança, e se o código for diferente do que está no boleto, não efetue o pagamento.
• O valor total do boleto sempre aparece no final do código de barras e também no espaço “valor do documento”. Esses valores precisam ser iguais nos dois campos.  
• Confira os dados do beneficiário (cedente) do boleto. Se você desconfiar do nome ou CNPJ, verifique no site da instituição. Se a informação não corresponder àquela fornecida no boleto, não efetue o pagamento. 
• Preste atenção ao e-mail e ao boleto recebido, verificando se possui erros de português, pois alguns boletos adulterados podem vir com erros.
• Verifique a fonte de emissão do documento e, na dúvida, emita o boleto diretamente no site ou aplicativo oficial da instituição. 

Para compras online, veja as dicas do Cidadão na Rede e verifique se a loja é confiável antes de comprar.

Agora que você sabe mais sobre como se proteger do golpe do boleto falso, fique atento(a)! Antes de pagar o boleto bancário, seja cuidadoso(a) e não esqueça de verificar todas as informações.

Acessibilidade 
Na primeira cena, uma moça aparece mexendo no computador e ao lado dela surge a tela de um navegador, com uma mensagem eletrônica solicitando o pagamento de uma conta em atraso e com o arquivo de um boleto em anexo. Acima, temos a frase “Recebeu um boleto por e-mail?”.

Na segunda cena, a personagem está examinando o boleto com uma lupa e as áreas importantes do documento são destacadas com linhas vermelhas. Acima, surge a frase “Confira o banco, valor, linha digitável e o beneficiário”.

Nas cenas seguintes, a personagem examina as informações do boleto, que estão incompatíveis, e um sinal amarelo de alerta surge na tela. A moça pega o telefone para ligar para o emissor do boleto e, ao seu lado, aparece um carimbo vermelho,  informando que ele é falso. As frases no topo do vídeo são:  “Se as informações estiverem diferentes, pode ser golpe! Contate a empresa!” 

Segurança Postado em 02/01/2023

LICENÇACC BY-ND


Gostaria de participar da iniciativa?

Empresas e organizações interessadas podem se tornar parceiras dessa iniciativa, fazendo o download gratuito dos vídeos ou solicitando a inclusão do seu logo em uma versão customizada dos vídeos, para divulgação em seu site, ou outros canais. Acesse https://cidadaonarede.nic.br/apoiadores/acesse/ e confira o passo a passo.